Brand Abuse, Digital Fraud, Information Leakage, Sales Abuse, Threat Intelligence

O que já sabemos sobre o crime on-line no Brasil em 2019?

Por André Luiz em
COMPARTILHAR

Acabamos de preparar aqui na Axur o (muito interessante) relatório Atividade criminosa on-line no Brasil - 1º trimestre/2019. Nele, fazemos uma exposição e também a análise de dados, estatísticas e informações do atual cenário de segurança digital nacional.

Um dado que se destaca é o aumento expressivo no número total de phishings. Como você deve ter visto no último relatório da APWG (em que somos colaboradores), mundialmente o número dessas fraudes havia diminuído no último trimestre de 2018. Só que por aqui esse número está crescendo: detectamos 3.220 casos únicos de phishings no Brasil entre janeiro e março deste ano, contra 2.638 no período anterior.

 

O relatório Atividade criminosa on-line no Brasil - 1º trimestre/2019 contém dados sobre:


Phishing e malware

Aqui, você vai encontrar dados gerais por mês de detecção e também por setor atingido. Também temos informações importantes sobre malwares que visam atingir até 19 alvos (empresas) diferentes em um único artefato.

 

Infrações em usos de marca e personificação

Esses são aqueles crimes presentes em absolutamente todas as camadas da internet: aplicativos fraudulentos, vazamentos de dados, domínios similares, usos indevidos ou fraudulentos de marca, perfis falsos em redes sociais e vendas não autorizadas (ufa!).

 

Deep e dark web

Nessa parte, apresentamos informações sobre todos os canais que monitoramos e todos os tipos de fraudes que correm pelas camadas mais profundas da internet – também cabe destacar aqui a grande presença dos vazamentos de informações.

A seção de deep e dark web é disponível somente a clientes e pessoal autorizado, entretanto. Caso você queira ter acesso a ela e/ou saber mais sobre as detecções de sua marca, entre em contato conosco e conheça melhor nossos serviços.


Aproveite o conteúdo e acesse agora mesmo!

BAIXAR RELATÓRIO

event-image

ESPECIALISTA CONVIDADO

Eduardo Schultze, Coordenador do CSIRT da Axur, formado em Segurança da Informação pela UNISINOS – Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Trabalha desde 2010 com fraudes envolvendo o mercado brasileiro, principalmente Phishing e Malware

AUTOR

André Luiz

Estudante de Jornalismo da UFRGS e Content Creator na Axur. Por aqui, também já fiz parte da equipe de Brand Protection. E, claro, amo trabalhar com as possibilidades que a tecnologia nos oferece para a informação e para o conhecimento!